Tenho vida própria felizmente.

Não acredito que ainda há gente que acha que eu depois de riscar vou voltar atrás.
Sei que voltei uma vez atrás, mas quando dou a segundo oportunidade e a desperdiçam, é "regra geral" que não dou a terceira nem que se pintem de ouro!
Fiquei um mês sem ter qualquer contacto com a pessoa, apesar de que, admito, mandava indirectas pelo twitter... Essa pessoa voltou a dirigir-me a palavra, aproveitando-se de um dos piores dias da minha vida, digamos no que eu estava mais frágil, e ela sabia, para me vir "consolar" e pedir uma segunda oportunidade. Isso serviu enquanto eu não me recuperei do choque desse dia. Mas quando voltei ao "estado normal" comecei a fartar-me das atitudes dela novamente, mesmo assim, continuei a acreditar que iria mudar.
Há uns dias voltei a por um ponto final na situação, e prometi por tudo e todos os que amava que jamais voltaria a cometer o erro de lhe dar uma oportunidade. Prometido é devido, e até antes de ontem, 1 de Agosto, não voltei a dirigir-lhe a palavra nem muito menos falar dela fosse com quem fosse.
Desta vez, por ter apagado, nem no twitter lhe dirigi a palavra indirectamente.
MAS, se não a conhecesse tinha ficado completamente descansada... o que fiquei, mas já sabia que ainda teria de ter lábia para lhe responder a alguma mensagem, mesmo estando bloqueada em TODAS as redes sociais.
Ela aproveitou e foi mandar mensagem pelo facebook do seu melhor amigo (amigo em comum).
Bem, eu só não me ri porque era mau demais...
Dizer que não somos nenhumas crianças e mesmo assim continuar a mandar mensagens é realmente... enfim... "Deixarmo-nos de guerras e simplesmente ignorar-nos" ou algo do género. FELIZMENTE tenho vida própria e se há coisa que não deixei de fazer foi de ignora-la... Guerras? Não sei ao que ela se referia, pois como já referi acima, nunca mais pensei sequer nela, portanto...
Eu fiz a minha parte e respondi curta e grossamente que a minha opinião era a mesma mas que nunca mais falei com ela ou sobre ela...

Já passei a fase de me importar com quem não merece minimamente. Tenho mais que fazer na vida do que estar a ser incomodada por pessoas que já dela deviam ter saído há muito.
Tenho amigos verdadeiros, e não tenho, nem devo, nem vou preocupar-me com gente assim.
Se há coisa que sinto por estas pessoas é desprezo e pena.

-L

Imagem via: Tumblr
"Eles vão ignorar-te,
até precisarem de ti."

Sem comentários:

Enviar um comentário