Parabéns meu herói!

Admito, sempre fui a menina do papá, sempre tive das melhores relações que uma filha pode ter com um pai. Sempre tive orgulho em ti, um homem com garra e força de vontade, foi rebaixado com toda a força na escola pois diziam que ele não sabia estudar, começou a trabalhar aos 10 anos de idade para ajudar o meu avô por razões que agora não interessam nada, teve de aprender e crescer sozinho, com um pai que tinha acabado de sair de guerra com vários traumas e mesmo assim sobreviveu, agradeço a esse senhor por ter permitido que o meu pai viesse ao mundo! Criado apenas pelo pai, mas mesmo assim com a sensibilidade que qualquer pai tem (ou devia ter) com uma filha. Foi com ele que aprendi maior parte das coisas, um valor que ele me passou, um de muitos, foi o de proteger os mais fracos, e também sempre me disse, nas piores alturas, "o bem vence sempre no final" e até hoje penso nisso como se o ouvisse a dizer isso mesmo não estando do meu lado. Sempre brinquei e me diverti imenso com ele, hoje cresci, já não brincamos tanto, mas sei que o amor que nos une não mudou. Estamos mais afastados, como qualquer pessoa, eu cresci, e despeguei-me, provavelmente mais cedo do que muitos adolescentes, de ti, mas quero que saibas que vou sempre ser a menina do papá e vou querer-te sempre perto de mim, presente ou não, estás sempre no meu coração.

Não sou muito boa com palavras, mas mesmo que o fosse, nada seria o suficiente para te agradecer o facto de te levantares todos os dias as 4 da manhã para ires acartar ferro para por comida na mesa. Sei que às vezes não me lembro do quanto deve custar darem-me o que tenho, mas quero que saibas que te valorizo muito pois infelizmente nem toda a gente tem a força de vontade que tu tens!

Amo-te muito pai! Parabéns!

PEQUENA MENINA DO PAPÁ
Uma filha pode superar o seu colo, mas ela nunca superará o seu coração.
Imagem via: Google Imagens

2 comentários: